Venda de veículos diesel dispara na América

“400” />

Só nos primeiros seis meses de 2012, as vendas de automóveis diesel aumentaram 27,5% em território norte-americano. Audi, Mercedes-Benz e Volkswagen são as construtoras mais procuradas, num mercado outrora fechado a estas motorizações

No último semestre deste ano, sem contabilizar as pick-up, habitualmente procuradas naquele país, foram vendidos 61.214 automóveis diesel nos Estados Unidos. As motorizações turbodiesel com assinatura Wolkswagen cresceram bastante na procura, mas a última geração do Audi A3 ultrapassou toda a concorrência, tendo alcançado, entre janeiro e junho, quase 65% da quota de mercado.

Estes resultados surgem num estudo da Baum and Associates, encomendado pelo site HybridCars.com, que revela uma tendência curiosa, pois o mercado norte-americano sempre ignorou estas motorizações, consideradas demasiado europeias.

É certo que as mesmas representam apenas 8% de todos os automóveis comprados naquele país, no entanto, o seu crescimento acentuado durante o primeiro semestre de 2012, quando comparado a igual período do ano passado, significa uma oportunidade de mercado para muitas construtoras, sobretudo para Audi,

Mercedes-Benz e Volkswagen, as mais procuradas em território norte-americano.

Entre as razões que explicam o interesse súbito dos compradores pelos veiculas diesel, estão dois fenómenos distintos: primeiro, a convulsão social dos últimos meses na Síria, mas igualmente a pressão constante do Irão sobre os produtores do golfo pérsico, situações que impulsionaram o preço dos combustíveis, negociados em Nova Iorque por máximos históricos; segundo, uma

mudança político-social nos Estados menos conservadores, que continuam a promover a compra de veículos norte-americanos, mas abrem igualmente uma porta às importações, numa oportunidade de negócio aproveitado pelas construtoras internacionais.

Sem comentários

Deixe uma resposta

*

*