Tiago Monteiro com azar em Vila Real

TiagoMonteiro_VilaReal_2015_wtcc
No Circuito de Vila Real, a desilusão tomou conta dos espectadores com o abandono de Tiago Monteiro logo no arranque.

O chinês Ma Qing Hua (Citroen C-Elysée) venceu a segunda corrida do WTCC, que foi bastante mais agitada do que anterior, a ponto de ter sido dada por concluída três voltas antes do que era suposto, em consequência de um terceiro acidente. Tiago Monteiro foi o protagonista do primeiro acidente na altura da partida que o colocou de fora o que provocou uma enorme tristeza no público presente, que “empurrava” o piloto português para o pódio.

Beneficiando da regra de inversão dos 10 primeiros lugares da grelha de perdida para a segunda corrida, Ma Qing Hua, que saiu da ‘pole’, acabou por vencer destacado a segunda corrida em Vila Real, dando assim continuidade ao domínio da Citroen, que, em 16 provas, conseguiu 14 vitórias na presente época.

Agradeço à minha equipa, pois fizeram um excelente trabalho. Na segunda corrida fizemos tudo bem. Fiz uma boa partida e mantive um bom ritmo durante a prova e por isso estou muito contente. É sem dúvida um bom momento para a China e para o desporto motorizado chinês”, afirmou Ma Qing Hua na conferência de imprensa após a prova

A ‘acidentada’ corrida foi interrompida na 13.ª volta, a duas do final, devido a um forte acidente que envolveu o holandês Nicky Catsburg (Lada) e motivou a bandeira vermelha.

No segundo posto terminou o francês Ivan Muller (Citroen) e o terceiro lugar ficou para o italiano Gabriele Tarquini (Honda).

Os carros da equipa russa acabaram, pelos piores motivos, por ser os grandes protagonistas da prova, uma vez que, três voltas antes, o mesmo Nicky Catsburg esteve envolvido no acidente que acabou por deixar fora o francês Sébastien Loeb (Citroen) e logo no arranque estiveram ambos envolvidos no toque que acabou por motivar a desistência do português Tiago Monteiro, que deixou também fora o holandês Jaap Van Lagen.

Depois de ter ficado no quinto posto na primeira prova, o português, que procurava um lugar no pódio, ‘largou’ do quinto posto para a segunda corrida, mas os seus esforços acabaram no muro de betão, depois de ‘ensanduichado’ entre os dois Ladas nos primeiros metros da corrida.

O arranque foi bom, e tentei passar entre dois carros, mas infelizmente eles não me vêem e decidem ambos vir na mesma direção. Estava ali no meio e esperei que fosse um toque ‘normal’, como acontecem alguns só de raspão, mas por azar as rodas do meu carro e do da minha direita tocaram-se e quando assim é não há muito a fazer”, disse.

Do incidente, que motivou a entrada do ‘safety-car’ até à sexta volta, resultou também a desistência de Jaap Van Lagen.

O português garantiu que o risco que tomou nada teve a ver com o facto de estar a correr em Portugal, frente ao seu público, e deixou rasgados elogios ao circuito transmontano, no qual competiu pela primeira vez.

“O circuito é fantástico. É um desafio muito grande para os pilotos e acho que até agora foi a corrida mais impressionante do campeonato em termos de público. Muita adrenalina e muito difícil. Há aqui dois ou três pormenores que podem ser melhorados e vão ser agora analisados, mas não é grave”, disse.

Nas contas do campeonato, o fim de semana acabou por ser uma vez mais positivo para o argentino José María López, que segue no comando com 322 pontos, com 55 de vantagem sobre o francês Ivan Muller e 102 a mais do que o terceiro classificado, o também francês Sébastien Loeb.

Quanto a Tiago Monteiro, caiu para sétimo classificado, sendo no fim de semana ultrapassado pelo húngaro Norbert Michelisz (Honda), pelo italiano e companheiro de equipa Gabriele Tarquini e pelo chinês Ma Qing Hua.

Classificação da segunda corrida do WTCC em Vila Real
1º Ma Qing Hua (Citroën) 11 voltas
2º Yvan Muller (Citroën) a 5.573
3º Gabriele Tarquini (Honda) a 10.812
4º Norbert Michelisz (Honda) a 11.982
5º José María López (Citroën) a 12.423
6º Nicky Catsburg (Lada) a 15.177
7º Hugo Valente (Chevrolet) a 15.639
8º Nestor Girolami (Honda) a 16.060
9º Rob Huff (Lada) a 16.669
10º Mehdi Bennani (Citroën) a 17.174
Sem comentários

Deixe uma resposta

*

*