Teste: Renault Scénic XMod Bose Edition 1.6dCi

Nota: Teste efetuado pelo nosso colega Pedro Bastos da The Car Lounge

Será um monovolume? Um crossover? Ou um todo-o-terreno? É um bocado de cada e chama-se Scénic XMod Bose Edition.

Um monovolume era, até hoje, “apenas” sinónimo de espaço e conforto para viagens em estrada. Mas agora há um modelo para o qual o asfalto não é o seu único terreno de eleição, capaz de proporcionar, também, aventura fora de estrada. Tem uma imagem inspirada nos Crossover e um pormenor que está longe de ser vulgar: o Grip Control, um sistema de controlo da tração que permite desafiar caminhos impossíveis para um “simples” monovolume mas sempre com o incontornável conforto, até pela excelência do equipamento de série. Eis o novo Renault Scénic XMOD!

O novo Renault Scénic XMOD rompe com uma imagem de algum conservadorismo associada aos monovolumes e assume-se como uma proposta “radical” e, sobretudo, única no segmento. Na realidade, nenhum outro modelo concilia as vertentes conforto e aventura. O Scénic XMOD não é um “simples” Crossover, ou um monovolume apenas com ares de Crossover. O Scénic XMOD é equipado com um sistema que até nos Crossover é difícil de encontrar: o Grip Control (controlo de tração), uma tecnologia que permite desafiar percursos mais adaptados aos 4×4.

Sem comentários

Deixe uma resposta

*

*