Porsche estreia-se nos elétricos

Porsche Mission E
O novo modelo 100% elétrico atinge os 100 km/h em 3,5 segundos e tem uma autonomia de 500 km.

A Porsche acaba de confirmar a produção do Mission E que irá ter como concorrente direto o Tesla Model S. O novo modelo é feito com base no concept elétrico que foi apresentado no Salão de Frankfurt e deverá estar à venda apenas perto do final da década.

Este projeto foi aprovado no âmbito de um novo investimento da marca alemã, que envolve cerca de mil milhões de euros. Desse valor, cerca de 700 milhões serão aplicados na sua fábrica principal, nomeadamente numa nova secção de pintura e na linha de produção, mas também na produção de motores elétricos e no aumento das instalações no departamento de fabrico de carroçarias. O Centro de Desenvolvimento de Weissach também será contemplado neste plano de investimento.

O Mission E será versátil, dispondo de quatro portas e podendo transportar 4 ocupantes. Este utilizará um sistema herdado adaptado do 919 Hybrid que brilhou no mundial de resistência este ano, utilizando também baterias e materiais leves aplicados no 918 Spyder. Recorde-se que o protótipo Mission E vinha equipado com dois motores elétricos (um no eixo dianteiro e outro no eixo traseiro) responsável pelo débito de cerca de 600 cv. Com esta configuração, anuncia uma capacidade de aceleração 0-100 km/h em 3,5 segundos (mais rápido do que o 911), tendo 500 km de autonomia.

O concept pesa cerca de 2000 kg, contando com um baterias arrefecidas a água encaixadas no piso da carroçaria, o que lhe permite ter um centro de gravidade baixo, similar ao do 918 Spyder. O novo modelo deverá recorrer a uma nova plataforma, feita especificamente para modelos elétricos, com uma estrutura em alumínio, aço de alta resistência e plástico reforçado a fibra de carbono.

Inovador promete ser o sistema de carregamento com 800 volt, o que permite recarregar 80 por cento das baterias em cerca de 15 minutos. Será também utilizado um sistema de carregamento por indução.

Esteticamente, o Mission E final não deverá mudar muito face ao concept. Aliás, este estudo deverá servir já de inspiração à próxima geração do Panamera, a lançar em 2016.

Sem comentários

Deixe uma resposta

*

*