Mercedes SLS 6.3 AMG

Na minha senda de experimentar os verdadeiros charutos da moderna industria automóvel actual e dado que só costumo andar em carros fracos tive o “desprazer” (durou pouco tempo e só fiz cerca de 50 kms mas pode ser que um dia destes dure mais) de testar a viatura em questão nomeadamente esta:

SLS_3

A viatura em questão tinha cerca de 4000 kms não possuía o kit de discos cerâmicos, nem bacquets, nem a suspensão desportiva!

O comportamento do carro e poder de aceleração é assombroso especialmente depois das 3500 rpms parecendo ser um carros comprimido, o puxo do V8 é brutal e o binário está lá sentindo-se perfeitamente, esta viatura vem electronicamente limitada aos 317 kmh mas eu só andei em estradas nacionais felizmente uma grande parte dela sem transito e sinceramente nem vi qual foi a velocidade máxima atingida.

A caixa de velocidades de 7 relações com embraiagem dupla é fabulosa e de uma suavidade assombrosa o ronco do V8 é estonteante sendo que até às 3500 rpm´s parece que o carro anda um pouco enrolado mas depois das 5000 então é estatizante o som emana todo da traseira do carro dado que o escape para isso foi concebido e nas reduções faz tipo um ponta tacão lindo de morrer mas não ao nível do Granturismo S.

SLS_6

Eu fiz o teste drive em modo S mas existe ainda um modo suplementar de setup sendo que o modo S já deixa a traseira escorregar e digo-vos é delicioso porque o carro faz as curvas todas em aceleração com uma ligeira deriva de traseira perfeitamente controlada com a direcção e com o esmagar do acelerador

O comando de patilhas no volante é mesmo muito bom e a rapidez da caixa é do melhor que já tive o prazer de experimentar sendo no entanto muito mais suave que a cx do Granturismo S.

Curioso a forma como o transito se comporta na presença desta viatura sendo que mesmo os camiões têm tendência para encostar e deixar passar não se revelando no entanto tal necessário dado a rapidez com que é possível efectuar uma ultrapassagem.

SLS_5

A acessibilidade ao interior da viatura não é fácil pela configuração das portas eu no entanto sou sortudo porque consigo fechar a porta sem ter que me esticar muito já outros, mas é preciso alguma ginástica para entrar e não danificar nenhuma parte do corpo dado que a porta aberta fica ao nível da cabeça para uma estatura normal.

A qualidade de construção é irrepreensível!!!

Os travões são muito bons mas têm um grip suave e muito progressivo não sendo totalmente ao meu gosto para uma viatura destas características no entanto estão lá quando solicitados e respondem sem qualquer problema

A média dos consumos ficou-se pelos 20,7 lts na voltinha!

Surpreendeu-me o conforto da viatura em causa mas este também é devido à inexistência do upgrade de suspensão!

SLS_4

O ponto menos positivo para mim do carro é sem duvida a forma como a direcção transmite ao condutor todas as irregularidades do piso sendo mesmo uma das direcções menos filtradas que já experimentei, por um lado é fabuloso tal o feeling que transmite mas por outro em estradas mas irregulares torna-se desagradável, segundo me foi dito o carro com a suspensão desportiva ainda é pior neste aspecto.

Outro ponto menos positivo é a visibilidade dado que a frente da viatura nunca mais acaba e a traseira tem um vidro minúsculo sendo que parece que estamos dentro de um verdadeiro cockpit e temos alguma dificuldade em no interior nos apercebermos onde acaba a frente.

Poderia dizer muito mais mas perguntem…

Quando saí do carro a minha pulsação deveria vir no dobro,  a forma como esta viatura activa todos os nossos sentidos e nos manda para a dimensão dos superdesportivos é assombrosa dado tudo aquilo que nos dá.

Mais info aqui!

Galeria:

Sem comentários

Deixe uma resposta

*

*